Vamos falar de maquilhagem…

Há uns dias tive um workshop de auto-maquilhagem no trabalho – às vezes apanho assim coisas boas destas. Vou-vos ser sincera numa coisa: adoro maquilhagem, adoro ver aquelas raparigas todas bem pintadas e lindas e maravilhosas, mas, e como várias vezes vos digo há sempre um “mas”, não sou uma dessas pessoas  que vive pintada.

Felizmente tenho uma boa pele, nunca tive o tão temível acne da adolescência e mesmo hoje em dia é rara a borbulha que me aparece – eu sei, invejem um pouco. Adoro pintar os lábios de tons vivos, vermelhos, bordôs, roxos escuros, e adoro dar aquele toque nos olhos com sombras nude, rímel e lápis. Mas percebi pela sessão de maquilhagem que não me sei maquilhar. E nem quero.

Entrei lá de cara lavada, coisa que é raro acontecer quando vou para o escritório, e saí de lá pior do que se tivesse feito a maquilhagem em casa. Com todas as dicas e a experiência que as senhoras – extremamente simpáticas, devo acrescentar – têm, saí de lá como se tivesse levado um murro nos olhos. E nem é isso que me choca.

Eu cometo vários erros, mas a minha maquilhagem básica passa por: creme hidratante, base, corretor de olheiras e depois o tal batom, olhos e etc. etc. A maquilhagem pela qual passei conta com um creme hidratante, um esfoliante, outro creme hidratante, um primer, a base, a correção de olheiras, o iluminador, o batom, as sombras, o rímel, o blush, o bronzeador – vinte pincéis e cem produtos. E supostamente isto deve ser a rotina “normal”. Ora, eu levo 10 minutos a maquilhar-me… com tudo isso ia quê? Levantar-me da cama 40 minutos mais cedo? Para mim não dá.

E agora penso, se nós mulheres pomos tanta porcaria na cara, como assim ainda temos a lata descarada de dizer “quero que me ames por mim“? Não, simplesmente não… Uma coisa é dar um toquezinho aqui e ali, as coisas “básicas” que me disseram que deviam ser feitas é algo que eu só farei lá para o dia do casamento, e é porque o noivo já me há de amar por mim! Conheço pessoas que parecem besuntar nutella em vez de base, e que levaram dois murros em vez de porem sombra… É natural, são erros de principiante ou não, porém só prova que há quem fique completamente transformado.

Sempre fui da opinião que a maquilhagem existe para realçar aquilo que temos de bom, e não para nos transformar completamente.

Mulheres por aqui, que acham, concordam? E vocês senhores, falem de vossa justiça. Eu sei que o Sr. Ténis me prefere de cara lavada.

– Sra. Saltos

Anúncios

10 comentários em “Vamos falar de maquilhagem…

  1. Eu adoro maquilhar-me 🙂 adoro mesmo sentar-me em frente ao espelho e perder ali uns bons 15 minutos 🙂 acredita com os pincéis certos, não precisas de mais tempo do que isso para fazer toda maquilhagem diária 🙂 e uma questão de hábito 🙂
    Beijinhos **

    Curtir

  2. Um BB e com alguma sorte um pouco de blush e rimel. É o suficiente para dar outro ar.
    Se há coisa que me faz um pouquinho de confusão é aproximar-me de certas pessoas e ver a quantidade de camada de base na cara delas… 😀 😀

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s